Publicado em Crônicas, O que danado for

A liberdade que me prometeram

4

Quando você é criança, tem muitas coisas que não pode fazer. Dirigir, beber, andar sozinha pelos cantos… É chato, é irritante e dá uma vontade absurda de crescer logo e sair fazendo tudo que por tanto tempo te reprimiram. Mas quando você é criança, sempre tem alguém pra segurar sua mão ao atravessar a rua. Tem alguém pra manusear a faca, a tesoura ou o fogo, pra que você não se machuque. Tem alguém pra espantar os monstros que vivem no armário ou debaixo da cama e não te deixam dormir.

Com sorte, um dia, você cresce. Já pode caminhar sem precisar de ajuda. Já pode ir pra aquela festa que começa um pouco mais tarde. Já pode fazer suas próprias escolhas.

Já pode se enganar. Já pode cair. Já pode se machucar. Pode permitir que outros te machuquem. Pode cometer erros. Pode ter seu coração quebrado.

Você já pode amadurecer.

 

 

 

Anúncios

Autor:

Minha profissão é mentir sobre tudo bem o suficiente para que vocês acreditem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s