Sobre as borboletas no estômago…

Fonte: Annastasia B
Fonte: Annastasia B

… eu não acreditei que elas viriam. O que é o amor pra uma adolescente com alma de criança? Algo que te empurram garganta abaixo em filmes açucarados e livros um pouco chorosos demais, que eu só lia para rir.

Eu não sabia que um dia suaria frio, que não saberia o que dizer, e que minhas pernas ficariam mais bambas que bêbado dando uma de equilibrista. Não sabia que era capaz de ficar vermelha de vergonha e de rir tanto em tão curto espaço de tempo. Não sabia que o mínimo toque serviria para me deixar elétrica, eu simplesmente não sabia que isso realmente acontecia.

Eu não sabia das noites insones, dos sonhos que me faziam acordar com um sorriso bobo. Não sabia o que era analisar cada palavra, cada sorriso. Eu não entendia porque minhas amigas só falavam nos meninos que gostavam, de uma maneira irritante e boba, até que eu não conseguia parar de falar em você, de te ver em cada esquina, cada banca de jornal.

E de repente eu me arrumava para ir comprar pão, porque mesmo você morando em um bairro distante do meu, vai que os nossos caminhos se cruzavam?

E aquele menino que mentiu pra mim parecia um fantasma ao seu lado.

E meu coração já tão espaçoso criou mais um recinto pra te acomodar.

E honestamente, amor: você nem pediu licença pra entrar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s