Publicado em Contos, O que danado for

Sunrise

5

E quando o relógio sinalizou doze horas, mil sinais de alarme soaram na minha cabeça. O impulso de sair correndo dominou-me, mas meus joelhos estavam fracos demais para me sustentar. Portanto, permaneci sentada, olhando nos seus olhos, ouvindo o que você tinha a dizer.

Eram só ilusões, eu sabia. Fogos de artifício que só serviam pra me distrair e divertir, mas eu me permiti aproveitar o show enquanto durava. Eu sou mais forte do que pareço ser. Adoro brincar com a chama da vela, e não grito quando ela me queima. Não fui em quem escolhi brincar com o fogo? Sei lidar com as consequências das minhas ações.

Sei que quando o sol raiar, você não mais me pertencerá, então me beije agora e esqueça que as horas passam no relógio em cima do armário.

Eu nunca detestei tanto o nascer de um novo dia.

 

Anúncios

Autor:

Minha profissão é mentir sobre tudo bem o suficiente para que vocês acreditem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s