Você não pode me destruir (sou fênix)

 

Fonte: Tumblr
Fonte: Tumblr

Sempre fui fascinada pela fênix, um pássaro mitológico que ao envelhecer, entrava em combustão e renascia das próprias cinzas. A ideia me foi apresentada no segundo livro de Harry Potter, e mesmo tendo sete anos eu fui capaz de entender a metáfora maior por trás dela.

Eu nunca quis renascer, ter uma vida completamente nova. Amo demais meus pais, sou grata demais pelas condições favoráveis em que cresci. Não abdicaria disso.

Mas sabe o que eu descobri? Que eu não preciso nascer de novo pra me considerar uma fênix. Eu era uma criança que entendia a metáfora de uma forma ainda muito superficial. Levaria tempo pra que eu descobrisse que eu, também, era um animal mitológico. Eu, também, renasceria das minhas próprias cinzas.

Morrer por dois anos não foi fácil. Mas me atrevo a dizer que nunca é, independentemente do tempo que o processo (físico ou psicológico) dure. Não existir. Olhar para o lado e só ver escombros onde haviam paredes aparentemente sólidas, construídas com tanto cuidado e carinho por você por aqueles que te amam. Ver apenas a poeira que restou dos caminhos por onde você andou.

Onde está sua memória? Onde está sua história? Pó. Você pisa nele. E machuca. Porque sua pele ainda é fina. E você ainda sente cada adaga, cada palavra, cada pedrada que já te deram. Você era criança.

Pó. Das cinzas viemos, das cinzas retornaremos. O pó vira tijolo, o tijolo constrói o muro, de muros se faz uma casa, com uma casa você já vive.

Eu fui casa recém-reformada, hoje sou castelo. Fui patinho feio, hoje sou cisne. Mas sempre serei fênix.

Porque o fogo não pode queimar o que eu tenho dentro de mim. E isso é mais do que muita gente pode dizer de si mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s