Crítica de filme – Os Vingadores: a era de Ultron

Um filme absolutamente fictício que provocará emoções absolutamente reais em você.

   “Os Vingadores: a era de Ultron” era um dos filmes mais esperados para esse ano, após o sucesso do primeiro filme da Marvel que reunia os heróis preferidos do público. E realmente, não decepcionou.  Só no primeiro final de semana, o filme arrecadou quase 200 milhões de dólares nos Estados Unidos. Um sucesso entre o público, e um não-fracasso para os críticos (o que já é mais que o suficiente para um filme de ação, aventura e ficção científica).

A história do filme gira em torno de um programa de inteligência virtual que Bruce Banner (Hulk, interpretado por Mark Ruffalo) e Tony Stark (Homem de Ferro, interpretado pelo Robert Downey Jr.) desenvolvem para manter a paz e tornar a vida dos Vingadores mais fácil, mas as coisas não vão como esperado e são eles quem terão que deter Ultron antes que ele consiga realizar seus horríveis planos.

   Eu assisti o filme segunda da semana passada com duas amigas e meu pai, e talvez por eu estar com minhas expectativas baixíssimas – todos os meus amigos só faziam reclamar, dizendo que o primeiro fora melhor e que os trailers tinham acabado com todas as surpresas. Mantive-me longe de spoilers, e fiquei bastante surpresa com a história, os plot twists, as punchlines (frases de efeito), os personagens novos, as atuações e a qualidade do filme. Em resumo, gostei, sim. E muito. E não fui a única, meu pai teve as mesmas reações que eu e minhas amigas, que não estavam tão familiarizadas com o universo da Marvel quanto eu e meu pai, ficaram tão entusiasmadas com o filme que quiseram imediatamente assistir todos os que já haviam saído. Então eu acho que é seguro dizer que apesar dos comentários “fominhas”, o filme consegue proporcionar o efeito que sugere fazer.

Dirigido e escrito por Joss Whedon, com base nos quadrinhos do magnífico Stan Lee, o filme conta com o elenco de peso. Além dos já mencionados RDJ e Mark, Chris Hermsworth interpreta Thor, Chris Evans está no papel de Capitão América, Scarlett Johansson está arrasando novamente no papel da Viúva Negra.

        A surpresa do filme fica por conta do personagem do Jeremy Renner, o Clint Barton. Não vou explicar porque seria dar spoiler, mas digamos que nós não tinhamos dado a atenção que ele merecia, e ele recebeu-a nesse filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s