Publicado em Contos, Crônicas, Poemas

Minha carta de desculpas (e de despedida)

tumblr_m92bkpYnsu1qghwxto1_500

Àqueles cuja inocência escapou…

Perdão.

Perdão por não ter podido estar presente quando eles te alcançaram, com as mãos gélidas, e roubaram-te do mais confortável dos berços.

Perdoem-me por ter virado a cara quando vocês gritaram, pedindo ajuda. Meu fraco coração não conseguiria aguentar.

Perdão por ter dito onde vocês estavam. Vocês podem não entender agora, mas todos passam por isso. Não tinha como vocês escaparem.

Perdoem-me por não ter ouvido suas reclamações. Ainda lembro perfeitamente das minhas. Não é justo que logo agora que aprendi a ficar bem com isso, tenha que me sentir mal de novo.

Mas francamente

Vocês realmente acreditaram que conseguiriam viver sem ter de crescer?

Anúncios

Autor:

Minha profissão é mentir sobre tudo bem o suficiente para que vocês acreditem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s