Sobre crescer

tumblr_ml5vp0yjc51rhizz3o1_500

Sou grande demais para o balanço.

Mas isso não me impede de sentar e lembrar da época em que minhas pernas ainda eram curtas: minha felicidade, muito mais fácil de ser alcançada – com os pés fora do chão.

Eu sempre fui uma sonhadora (sou pisciana, afinal), e quando não estava escondida atrás de livros, estava vivendo no meu próprio mundo imaginário, onde nada me abalava e monstros só existiam para serem derrotados.

O dia em que esse mundo parou de existir foi o dia em que tudo ficou complicado, eu acho.

Mas não sei indicar qual foi.

Não foi quando o vermelho tingiu meus lençois.

Não foi quando atingi o limite e não podia mais subir no balanço.

Não foi quando assoprei as quinze velas do meu bolo de aniversário.

Só sei que não consigo voltar a co-habitar os dois mundos paralelos em que vivia – o real e o imaginário.

Encaixotei meus amigos imaginários em uma estante empoeirada, e não temos mais o que conversar.

Esse mundo de concreto e pedra não é suficiente para mim, nunca foi.

Mas perdi meu passaporte para a floresta encantada, e, na falta, sento-me em frente ao computador e escrevo.

Talvez um dia me permitam voltar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s