24 andares em um prédio de oito

Essa madrugada me toquei da verdade de duas frases distintas sobre a profissão de escritor: Escrever é se apaixonar. Constantemente. O tempo todo. Por todos, por tudo, por qualquer coisa, por nada em particular. Escrever é necessidade, não lazer ou ganha-pão. Descobri que escrever não é o remédio para as minhas noites insones, mas aContinuar lendo “24 andares em um prédio de oito”

Links da semana! – We had a beautiful, magic love affair

Eu amo esse tumblr, Reference for Writers! É cheio de postagens úteis para todos os escritores, desde aqueles que escrevem fanfictions até os que escrevem roteiros para filmes! 21 frases para aqueles dias em que você não quer nem levantar da cama. Há anos eu amo o Daily Show, o melhor “noticiário” existente: o único capazContinuar lendo “Links da semana! – We had a beautiful, magic love affair”

Meu ano na França: preparativos, parte III – o segundo dossiê

Exatamente oito dias depois o responsável pelo serviço de relações internacionais de Poitier, o mesmo senhor com quem eu havia falado no final do ano anterior, enviou minha carta de aceite para a secretária de relações internacionais da UFRN, explicando que já mantinha contato comigo e meu professor. Essa carta é de importância crucial paraContinuar lendo “Meu ano na França: preparativos, parte III – o segundo dossiê”

A estrada de mil anos

Há algo mágico em caminhar por uma estrada percorrida por milhões antes de você. Uma estrada que conheceu famílias inteiras, que viu vidas, sonhos e fracassos, muito antes de você pensar em nascer. Uma sensação de descanso recai sobre o meu coração ao perceber que, se aquelas pessoas que caminharam por aqui antes de mimContinuar lendo “A estrada de mil anos”

Meu ano na França: preparativos, parte II – o primeiro dossiê

Continuando a grande saga que me trouxe à França, começamos a história de hoje em fevereiro deste ano, quando o dia indicado pela responsável pela mobilidade acadêmica internacional da minha universidade, a UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte), para dar início ao processo, finalmente chegou. Esta me encaminhou um e-mail com uma listaContinuar lendo “Meu ano na França: preparativos, parte II – o primeiro dossiê”

Meu ano na França: preparativos, parte I – A escolha da universidade

Pra quem não sabe, estou prestes a embarcar em uma nova aventura: um intercâmbio acadêmico na França, onde estudarei direito internacional por um ano na Université de Poitiers. Quero compartilhar com vocês tudo dessa viagem, os lugares que descobri, as pessoas que conheci, a saudade que senti da minha vida em Natal, mas não só naContinuar lendo “Meu ano na França: preparativos, parte I – A escolha da universidade”

“Seja tão bom que eles não possam te ignorar”

Eis a verdade que nunca lhe contam sobre essa frase anônima típica de livros de autoajuda: ela não reflete todas as noites insones em que você ponderou acerca da relevância do seu trabalho, ou mesmo da sua existência. Ela não reflete toda a dor de ser ignorada, de ser interrompida, ou mesmo de ser subestimada. ElaContinuar lendo ““Seja tão bom que eles não possam te ignorar””

Links da semana! – RISE UP!

Se você ainda não foi ouvir o score desse musical maravilhoso, “Hamilton”, por favor, faça-se esse favor e vá agora mesmo! Tem no Spotify! Vamos agora pros links mais legais que resolvi compartilhar com vocês essa semana! Veja isso se você não sabe com o que quer trabalhar – ou se até sabe, mas nãoContinuar lendo “Links da semana! – RISE UP!”

O dia em que o Morro do Careca queimou

Quando eu estou enfrentando uma fase particularmente difícil de uma crise de ansiedade, minha mãe costuma dizer que meu problema é sede de viver. Hoje, mais do que nunca, eu gostaria de gritar aos céus que ela tem a mais absoluta razão. Eu tenho sede de viver Porque a Constituição me assegura a liberdade deContinuar lendo “O dia em que o Morro do Careca queimou”