Você não pode me destruir (sou fênix)

  Sempre fui fascinada pela fênix, um pássaro mitológico que ao envelhecer, entrava em combustão e renascia das próprias cinzas. A ideia me foi apresentada no segundo livro de Harry Potter, e mesmo tendo sete anos eu fui capaz de entender a metáfora maior por trás dela. Eu nunca quis renascer, ter uma vida completamenteContinuar lendo “Você não pode me destruir (sou fênix)”