Atualização geral! – “The sun is so hot, the drinks are so cold…”

Um tipo de postagem que eu não fazia há anos, mas acho que já está mais do que na hora de voltar a aparecer por aqui! Principalmente com esse isolamento que está nos deixando com bastante tempo livre, acho que todo mundo tem muita coisa a compartilhar. Primeiramente, acho que é importante dar uma geral da minha vida. 2019 foi meu último ano no curso de Direito e estou oficialmente graduada. No momento, estou me organizando para fazer um mestrado e aproveitando minhas primeiras férias em muitos anos para me aprimorar e estudar assuntos que sempre me interessaram, mas a falta de tempo me impediu de me aprofundar. Também me casei!

Os últimos dois filmes que assisti e que recomendo veementemente são “Dois Papas”, de Fernando Meirelles, e “Entre Facas e Segredos”, de Rian Johnson. O primeiro não é – e nem pretende ser – um restaurador de fé, como “Silêncio”, de Martin Scorsese, brilhantemente consegue ser, mas é divertido, em alguns momentos até engraçado, e reconfortante para quem quer acreditar que a Igreja, enquanto instituição humana, também pode ser reconhecedora das suas próprias falhas e limites. Fica aí a crítica (que vi no Instagram) por Meirelles não ter tido a ideia de lançar o filme aqui no Brasil com o título “Chico e Bento”. Já “Entre Facas e Segredos” preencheu uma lacuna na minha vida que eu havia desistido de remediar, e portanto, tentado esquecer. É o típico mistério à la Agatha Christie e não só consegue ser surpreendente e brilhantemente arquitetado, mas também consegue saciar aquele amor pelo estilo do século XVIII-XIX enquanto ainda se passa no presente, ou seja: demonstrando que é totalmente possível, no tempo do telefone e da internet, escrever uma história de detetive. O fato de no elenco contar alguns dos maiores nomes de Hollywood é apenas um extra.

Em termos de música, redescobri uma (que aqui me aproveitei para intitular essa postagem) de uma banda que já foi uma das minhas preferidas, 3OH!3: “Double Vision”. Embora muitas das músicas do terceiro álbum deles, “Streets of Gold”, não tenham sido esquecidas por mim, essa, infelizmente, foi e vocês não conseguem imaginar minha alegria quando tive o prazer de redescobri-la. Apesar de todas as críticas que podem (e devem) ser tecidas à construção das letras da banda, que de uma maneira ou de outra, realmente demonstram uma visão menosprezante das mulheres da vida dos integrantes, a maneira irreverente em que elas são escritas e o ritmo dançante das canções acabam me ganhando – principalmente porque elas foram descobertas por mim em uma época em que eu não tinha tanto conhecimento para compreendê-las quanto agora.

Falando agora de séries, terminei recentemente “The Good Place”, uma que se tornou minha favorita desde que foi ao ar, há quatro anos. Deixando de fora o fato de que é a primeira vez que encontro uma mídia convencional e popular capaz de introduzir conceitos complexos – no caso, filosóficos -, o que já seria capaz de me impressionar, o seriado consegue ser, pura e simplesmente, engraçado e original, uma combinação muito menosprezada atualmente, onde uma série nova aparece a cada semana nas plataformas de streaming. Para qualquer pessoa que tenha alguma curiosidade com o além-vida, The Good Place oferece uma boa diversão com algumas respostas que podem ser acatadas ou não. Pelo menos, a hipótese está lançada.

Terminei de reler “Razão e Sensibilidade”, de Jane Austen, como minha primeira leitura do ano de 2020. Por muito tempo, não consegui gostar do livro, considerado por muitos o segundo melhor da autora inglesa, mas só agora, talvez devido ao amadurecimento, consigo reconhecer a genialidade da obra. Mesmo que a história em si não venha a agradar ou engrandecer a todos, vale a leitura pelo menos pela perspicácia com a qual Austen consegue reproduzir o caráter da sociedade da época, que, surpreendentemente ou não, não difere tanto do que vemos por aqui hoje em dia. Brilhantes conversas adornam as páginas do livro e qualquer pessoa que queira entender como um diálogo deve ser construído em uma plataforma literária deve estudar esse seu trabalho.

Essa é a atualização que tenho para compartilhar com vocês hoje, espero ter mais novidades em breve!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s