Obrigada e até mais

Estou lutando para aceitar que as pessoas que amamos não vieram para ficar na nossa vida.

Elas têm vida própria, crescem e evoluem a seu próprio tempo – que não é o mesmo que o meu.

Embora doa vê-las partir, é um conforto saber que as memórias que criamos juntos hão de ficar e farão parte da próxima pessoa que eu serei. Me ajudarão a ser a pessoa que o meu futuro amigo precisa. E assim, mais memórias serão criadas.

Enquanto a coragem persistir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s